Dieta para engravidar: Alimentos pró-fertilidade

Com alimentação certa, a gente aumenta os músculos, o rendimento no trabalho ou escola, a qualidade de vida e muito mais. Mas você sabia que alguns produtos turbinam a fertilidade? É a dieta para engravidar!

Basicamente, alimentos para estimular a fertilidade são os que favorecem a produção dos chamados hormônios sexuais, assim como a formação de óvulos e espermatozoides.

Portanto, se você e o seu parceiro estão contando os dias para encomendar um herdeiro à cegonha, confira o que não pode faltar no menu para engravidar:

  • Ostras, frutas secas, carnes, gemas de ovo, aveia e centeio – são alimentos ricos em um mineral essencial à saúde reprodutiva do homem e da mulher, o zinco.
  • Couve-flor, agrião, brócolis e banana – fontes importantes de vitamina B6 que, por sua vez, trabalha em conjunto com o zinco, produzindo níveis adequados dos chamados hormônios sexuais.
  • Sementes e peixes gordos – trazem em sua composição ácidos graxos ômegas 3 e 6, itens necessários para que o funcionamento dos hormônios seja satisfatório.
  • Sementes de girassol – especialmente ricas em vitamina E, aumentam a fertilidade porque melhoram a saúde dos óvulos e espermatozoides.

Mas não basta só fazer a dieta para engravidar. É preciso também evitar certos comportamentos e produtos, se você quer mesmo ver o seu sonho se tornar realidade.
Ou seja, não adianta caprichar no prato com alimentos acima se você e o futuro papai não deixarem de lado:

  • Bebidas alcoólicas – elas são capazes de reduzir a fertilidade pela metade.
  • Café e bebidas com cafeína – uma xícara de café por dia pode diminuir também pela metade as possibilidades de engravidar.
  • Alimentos com farinha e açúcar refinados (bolos, pães e biscoitos, entre outros) – precisam de grandes quantidades de vitaminas e minerais para serem processados pelo organismo. Com isso, a quantidade desses nutrientes destinada à produção de hormônios é prejudicada.

Dieta para ficar grávida

Além dos alimentos descritos anteriormente, para impulsionar a fertilidade feminina é preciso investir nos antioxidantes. Eles turbinam a capacidade reprodutiva e são necessários para a formação e o desenvolvimento dos óvulos.

Os alimentos antioxidantes são ricos em:

  • Vitamina A (betacaroteno) – cenouras, batata-doce, abóbora e agrião.
  • Vitamina C – vegetais verdes, pimentões, kiwi, tomates e frutas cítricas.
  • Vitamina E – abacate, frutas secas, sementes, peixes gordos, feijões e batata-doce.
  • Selênio – castanha-do-pará, atum, couve e cereais integrais.
  • Zinco – carne de boi, vegetais verdes folhosos, peixe, ostras, sementes, frutos secos e ovos.
  • Fitonutrientes – beterraba vermelha, mirtilos, toranjas rosadas, vegetais folhosos etc. São encontrados nas frutas e vegetais de todas as cores.

O ideal é que a mulher possa consumir pelo menos cinco porções de vegetais e frutas de variadas cores por dia para potencializar sua fertilidade. Além disso, a dieta para engravidar deve conter frutas secas e sementes uma vez ao dia.

Quanto aos homens, a primeira lista, do início deste artigo, também vale. E é necessário ingerir ainda: pão integral ou de centeio, pimentão verde, batatas, ovos e frango. Eles são ricos em cromo, mineral importante na produção dos espermatozoides.

Fontes de vitamina C precisam estar na rotina alimentar dos futuros papais. A vitamina protege o gameta masculino e ajuda aumentar sua quantidade.

Cuide da qualidade das células reprodutivas investindo na dieta para engravidar. Depois, é só torcer para a menstruação não aparecer. Então, capriche no prato…

Com a combinação perfeita de amor, cumplicidade, união e os alimentos que aumentam a fertilidade, a dieta para engravidar não tem como não dar certo. Agora é com vocês!

Boa sorte, e até o próximo artigo!