Brincadeiras para crianças: Dicas para a garotada gastar energia!

A imaginação infantil permite criar histórias e diversão mesmo sem ter muitos recursos. Até a sombra das mãos na parede dá o que falar!

E quando elas podem aproveitar espaços grandes, como um pátio, uma rua sem movimento, uma praça, uma sala maior, uma garagem etc., a lista de brincadeiras para crianças é praticamente sem fim.

Veja alguns exemplos de materiais que já são ou podem virar brincadeira de criança:

  • Bola
  • Brincadeiras e jogos riscados no chão
  • Cabo de vassoura
  • Corda
  • Garrafas plásticas
  • Jornal
  • Latas
  • Lenços
  • Panos
  • Pneus

Elas correm, pulam, tentam se equilibrar, jogam bola, dão risadas, gritam, às vezes brigam, caem; sentem medo, gastam energia, exercitam a competitividade, o companheirismo, a atenção e muito mais. Brincando.

Crianças têm energia para dar e vender. E depois de horas e mais horas em espaços fechados, elas precisam extravasar, expandir o que foi represado praticamente o dia todo.

O fato é que, em geral, as crianças de hoje têm muito acesso à tecnologia (não sou contra, ok?). São canais variados de TV por assinatura passando desenhos animados, inclusive com direito a tevê no quarto; jogos eletrônicos, notes, tablets, celulares e por aí vai…

Ou seja, os pequenos se divertem muito, sim, mas se movimentam menos! É o perigo do uso indiscriminado dos gadgets e outros recursos moderninhos.

Resultado: as crianças que brincam menos (no sentido físico) e que ficam agitadinhas ou se distraem com facilidade, correm o risco de entrarem para o hall de preocupações dos pais: o dos filhos com TDAH, o famoso Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade.

Muitos estão bem preocupados com essa possibilidade, mesmo que na maior parte dos casos o problema não seja exatamente um problema, mas a energia que meninos e meninas têm de sobra e que nem sempre gastam.

Cadê as brincadeiras para crianças? Aquelas sobre as quais falei lá no começo?

Se você tem andando sem ideia sobre maneiras de se divertir com seu filho ou fazê-lo gastar o “gás” dele com outras crianças, aqui estão mais algumas brincadeiras tradicionais no Brasil:

  • Alerta cor – escolha uma pessoa para ser o pegador; os demais ficam espalhados. O pegador diz “alerta cor” e o outros perguntam “que cor ?”. Então, o pegador fala uma e todos devem tocar em algo dessa cor para ficarem salvos.
  • Arranca o rabo – cada pessoa ganha uma tira de tecido ou lenço e pendura a peça na parte de trás da roupa, imitando a cauda de um animal. Ao sinal, todos correm, uns tentando arrancar o “rabo” dos outros.

Vence a brincadeira para criança quem juntar mais caudas, sem perder a sua.• Cada macaco no seu galho – é escolhido um caçador; os demais são os macacos. Os bichos fazem uma roda e o caçador fica no centro dela.

Os macacos giram a roda e quando o caçador gritar “cada macaco no seu galho” eles correm para subir em algum lugar alto. Pode ser uma escada, uma cadeira, enfim, o importante é não ficar no chão, ou será pego!

  • Chicotinho queimado – pegue um pedaço de pano para ser o chicotinho. Um participante da brincadeira para crianças será o mestre e esconderá o chicotinho do restante do grupo. Depois, todos saem em busca do pedaço de pano.

Cada vez que um participante chegar perto do chicotinho, o mestre precisa dizer “está esquentando” ou, se ele se afastar, “está esfriando”. Vence quem conseguir encontrar o chicotinho.

  • Corrida de três pernas – risque uma linha de chegada no chão; forme duplas com os participantes e amarre a perna direita de um com a esquerda do outro.

Ao sinal de largada, todos devem correr até a linha marcada no chão. A dupla que chegar primeiro sem cair ou soltar as pernas amarradas será a vencedora.

Partiu aproveitar brincadeiras para crianças!

Divirta-se, e até o próximo post…