Clomid para engravidar funciona? Saiba tudo aqui

Problema ligado à ovulação impede muita mulher de engravidar. Um dos remédios mais indicados para estimular a produção de óvulos é o Clomifeno, conhecido comercialmente também como Clomid, nosso tema de hoje.

O Clomid possui propriedades antiestrogênicas, ou seja, atua inibindo os efeitos do hormônio estrogênio, que, por sua vez, é ligado ao comportamento feminino. Resultado: sobe a secreção cerebral de vários outros hormônios (FSH e LH) e os ovários não funcionam direito.

É assim basicamente que o Clomid funciona para estimular a ovulação em mulheres de não ovulam. E sua administração deve ser feita após consulta, na qual o médico fornece todas as orientações sobre como usar o medicamento.

clomid

O Clomid possui contraindicações, como todo remédio. Grávidas, lactantes, mulheres com cisto no ovário, insuficiência hepática, metrorragia ou hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula do Clomid não deve tomar o produto.

Geralmente, o tratamento para engravidar com Clomid funciona da seguinte forma: três ciclos, sendo que o primeiro é feito com dose de 50 miligramas, 1 comprimido ao dia durante 5 dias. Se a ovulação não acontecer no primeiro ciclo, o tratamento continua.

Na segunda etapa, a dose aumenta para 100 miligramas, isto é, 2 comprimidos diariamente ao longo de 5 dias. O segundo ciclo começa 30 dias após o primeiro.

No terceiro ciclo, a dose permanece a mesma do segundo.

A ovulação geralmente ocorre de 6 a 12 dias depois de um ciclo de Clomifeno.

Clomid para engravidar: saiba mais

clomid-remedio-para-engravidar

Embora seja um medicamento bastante utilizado para tratar infertilidade feminina, ajudando a engravidar mais rapidamente, o Clomid só pode ser ingerido sob prescrição médica, na quantidade que o profissional de saúde indicar. Caso contrário, pode prejudicar a saúde.

Efeitos colaterais do Clomid

• “Vermelhidão” no corpo;
• Alterações de humor;
• Aumento da frequência urinária;
• Aumento de peso e dos ovários;
• Cólica;
• Depressão;
• Desconforto na barriga;
• Dor de cabeça;
• Erupção na pele;
• Fadiga;
• Inchaço;
• Nervosismo;
• Ondas de calor;
• Queda de cabelo;
• Sangramento uterino anormal;
• Tontura;
• Urticária;
• Vômito.

Entendendo melhor o funcionamento do Clomifeno

Para saber mais sobre a forma que o Clomid age na fertilidade, é importante compreender aspectos da fisiologia feminina.

Os ovários são responsáveis pela produção de hormônios, entre eles, progesterona e estrogênio. Estes atuam juntos deixando o sistema reprodutor da mulher pronto para a gravidez. Sendo que, de um modo geral, o estrogênio exerce no sexo feminino funções similares às da testosterona no homem.

O estrogênio participa por meio de ligação a receptores específicos encontrados em nossos órgãos. Ou seja, o hormônio terá efeito diferente dependendo do tecido.

Veja o caso da puberdade, por exemplo: ao se conectar a receptores presentes no tecido mamário, o estrogênio favorece o crescimento e desenvolvimento dos seios.

Da mesma maneira, é necessária uma produção elevada de estrogênio antes da ovulação para o útero ficar pronto para uma possível gravidez.

Mas, não é só de boa quantidade de estrogênio que a mulher precisa para ovular. Um ciclo menstrual adequado conta com uma série de outros hormônios. Alguns deles são produzidos no sistema nervoso central.

O SNC sintetiza o FSH (sigla em inglês para hormônio estimulador de folículos) e o LH (hormônio luteinizante em inglês). Com um detalhe fundamental: a produção deles é influenciada pela concentração do estrogênio no sangue.

É uma interação bastante complexa e que aqui está resumida para levar ao ponto principal. Isto é, nos casos em que o principal problema da infertilidade da mulher está ligado à secreção de FSH e LH, o Clomifeno pode ajudar.

Algumas mulheres não ovulam todo mês; outras nunca o fazem. A ausência de produção de óvulos, a anovulação crônica, pode ter diversas causas, mas todas têm como consequência a impossibilidade de gerar um filho.

Por isso é tão importante ter um diagnóstico médico preciso para começar um tratamento de acordo com cada caso. E o Clomid para engravidar funciona dependendo da situação.

Saúde e até o próximo post!

    1. Valdirene January 3, 2018

    Add Your Comment