Dicas para desfraldar bebês e crianças

É hora de dar adeus às fraldas. Muitos pais não sabem como lidar com essa fase. Se o seu filho ou filha está passando por esse momento, veja no artigo de hoje como agir.

Paciência é a palavrinha mágica. É compreensível o estresse que surge quando os pais não sabem mais o que fazer quando a criança ainda não consegue pedir para ir ao banheiro. Resultado: é xixi e cocô na calça com frequência. E, às vezes, nas horas mais inoportunas, não é mesmo?

Lembre-se que, apesar de estar mais crescidinho, seu filho ainda é um bebê e precisa de muita ajuda. Confira dicas para desfraldar bebês e crianças:

• É a partir dos 2 anos de idade que a criança pode começar a ser estimulada a deixar as fraldas. O motivo é bastante simples: com essa idade, ela já tem condições fisiológicas de segurar a vontade; pode controlar músculos e nervos do ânus e da uretra. Mas, é preciso respeitar o ritmo de cada criança, que varia de uma para outra.

• A melhor época do ano para iniciar o desfraldamento é o verão, pois os pequenos usam menos roupas. Além disso, há uma diminuição natural do xixi, porque transpiram mais.

• Deixe para retirar as fraldas noturnas apenas quando seu filho já conseguir segurar a vontade, ou seja, quando ele (a) estiver fazendo tudo no penico ou vaso sanitário durante o dia.

• Observe diariamente se a criança acorda com a fralda seca na maioria das vezes. Quando isso acontecer por noites seguidas, é hora de arriscar a retirada da fralda noturna também.

• Após a retirada do acessório noturno, os pequenos podem retroceder, isto é, fazer xixi à noite outra vez. É normal, não pense que está “tudo perdido”. Dê tempo ao tempo e, para ajudar, não ofereça líquidos à criança poucas horas antes do soninho dela.

• Tenha em mente que o que for adotado em casa precisa ser repetido na escola também e todos devem estar de acordo. Na creche, pode ser mais fácil, porque uma criança copia a outra. Então, é comum uma se espelhar em quem está adiantada nesse processo.

• Evite demonstrar frustração ou raiva quando o cocô ou xixi escapar – muito menos recriminar seu filho. Ele precisa de estímulo para acertar. Por isso, elogie, comemore quando a tarefa do penico ou vaso sanitário for cumprida.

como-desfraldar-bebes

Passo a passo para sair da fralda à calcinha ou cueca

Considerando o tempo médio de um mês para a transição, pais e cuidadores podem seguir o seguinte plano:

• Semana 1 – leve a criança ao banheiro de 2 em 2 horas para que ela faça xixi. Faça o mesmo nos horários nos quais ela está acostumada a fazer cocô. Limpe-a e vista a roupinha dela como normalmente faz.

• Semana 2 – repita o mesmo procedimento da semana 1, mas deixe o pequeno sozinho no banheiro. Peça a ele/ela que chame quando terminar para que possa finalizar com limpeza e ajuda para se vestir.

• Semana 3 – é tempo de deixar que a criança decida quando ir ao banheiro. Porém, você pode perguntar sobre isso algumas vezes ao dia (4 ou 5 já está bom).

E aproveite para ensinar como ela pode se limpar sozinha, estimulando-a neste sentido. Também é hora de mostrar a importância de dar a descarga e lavar sempre as mãos.

• Semana 4 – permita que o pequenino decida sozinho quando ir ao banheiro. Não pergunte mais! É claro que acontecerão alguns deslizes, mas é assim mesmo. Logo evacuar e fazer xixi estarão na rotina da criança.

É preciso ter paciência. Existem livros infantis que reforçam esse aprendizado com boas histórias.

Boa sorte e até o próximo post!