Enjoo na gravidez: causas e como aliviar os sintomas

O enjoo é algo completamente normal –e até mesmo esperado- durante a gravidez, mas quando começam e quando terminam os enjoos? Até que ponto é normal se sentir assim? Os enjoos fazem mal para o bebê? Você vai entender isso e muito mais aqui.

Quando os enjoos geralmente começam e quando terminam?

A náusea geralmente começa em torno de 6 semanas de gravidez, mas pode começar tão cedo quanto 4 semanas, e ela tende a piorar durante o próximo mês ou mais. Cerca de metade das mulheres que sofrem de náusea durante a gravidez sentem um alívio completo por volta da décima quarta semana. Para o restante das mulheres consultadas, o tempo para que o enjoo passe pode ir até a décima quinta semana ou mais, embora os enjoos possam voltar mais tarde ou ir e vir durante a gravidez.

É normal ter enjoos durante toda a gravidez?

É incomum, mas é normal para algumas mães: um pequeno número de mulheres tem enjoos que duram até o segundo ou terceiro trimestre. Ainda assim, fale com o seu médico caso você sofra de náuseas ou vômitos após o primeiro trimestre. Esses enjoos normalmente são muito incômodos, e em casos muito graves, essa condição pode levar à desidratação e evitar que você obtenha uma quantidade saudável de peso para alimentar seu bebê.

O que causa náuseas e vômitos durante a gravidez?

Ninguém sabe com certeza o que causa náuseas durante a gravidez, mas provavelmente é uma combinação das muitas mudanças físicas que ocorrem em seu corpo. Algumas possíveis causas incluem:

Hormônio HCG: Este hormônio aumenta rapidamente durante o início da gravidez. Ninguém sabe como HCG contribui para a náusea, mas parece especialmente provável que isso aconteça porque a náusea tende a atingir seu pico ao mesmo tempo em que os níveis de HCG. Além disso, outras condições que causam um nível mais elevado de HCG, como a gravidez de gêmeos, também estão associadas a taxas mais altas de náuseas e vômitos.

Estrogênio: Junto com outros hormônios, o estrogênio é outra causa possível porque também aumenta rapidamente no início da gravidez. O estrogênio é um dos acusados pelo mal-estar que as mulheres sentem em relação a odores muito fortes, por exemplo.

Um estômago sensível: Algumas mulheres são simplesmente mais sensíveis às mudanças que ocorrem durante a gravidez. Além disso, algumas pesquisas sugerem que as mulheres com bactérias “helicobacter pylori” no estômago têm maior probabilidade de ter náuseas e vômitos. No entanto, nem todos os estudos confirmam isso.

Estresse: Em uma pesquisa, cientistas descobriram que algumas mulheres estão psicologicamente predispostas a ter náuseas e vômitos durante a gravidez como resposta anormal ao estresse. No entanto, não há evidências conclusivas para apoiar esta teoria.

Algumas mulheres grávidas são mais propensas do que outras a se sentir enjoadas?

É provável que você tenha náuseas ou vômitos durante a gravidez se:

  • Você está grávida de gêmeos. Isso pode acontecer em razão dos níveis mais altos de HCG, estrogênio ou outros hormônios em seu sistema. É mais provável também que você tenha um caso de enjoo mais grave do que a média. Por outro lado, isso não é uma regra – algumas mulheres grávidas gêmeos também podem ter pouca ou nenhuma náusea.
  • Você teve náuseas e vômitos em uma gravidez anterior.
  • Você tem um histórico de náuseas ou vômitos como um efeito colateral de tomar pílulas anticoncepcionais. Isso provavelmente está relacionado à resposta do seu corpo ao estrogênio.
  • Você é propenso a doenças como cinetose (a doença do movimento).
  • Você tem um histórico familiar de náuseas durante a gravidez. Se sua mãe ou irmãs tiveram isso, há uma chance maior de que você também tenha.
  • Você tem um histórico de enxaqueca.
  • Você está gravida de uma menina. Múltiplos estudos descobriram que cerca de 55% das mulheres com náuseas e vômitos graves no primeiro trimestre dão à luz a uma menina.

Meu enjoo afetará meu bebê?

Náuseas leves a moderadas e vômitos ocasionais não prejudicarão seu bebê. Mesmo que você não ganhe peso no primeiro trimestre, geralmente isso não é um problema, desde que você consiga ficar hidratada e desde que consiga se alimentar pelo menos um pouco. Na maioria dos casos, seu apetite retornará em breve e você começará a ganhar peso.

Se a náusea impede você de se alimentar em uma dieta equilibrada, tome uma vitamina pré-natal para se certificar de que está obtendo todos os nutrientes que você precisa.

O vômito grave e prolongado tem sido associado a um maior risco de parto prematuro, baixo peso ao nascer e recém-nascidos pequenos para sua idade gestacional. No entanto, um grande estudo de mulheres que foram hospitalizadas com vômitos severos descobriu que aquelas que conseguiram ganhar pelo menos 6kg durante a gravidez tiveram os mesmos resultados de outras mulheres que não tiveram vômitos severos.

Os enjoos são sinal de uma gravidez saudável?

Não necessariamente. É verdade que vários estudos mostraram que as mulheres que têm abortos espontâneos são menos propensas a ter náuseas. (Se o seu bebê ou a sua placenta não estiverem se desenvolvendo adequadamente, significa que você terá níveis mais baixos de hormônios da gravidez em seu sistema.)

Mas muitas mulheres com gravidez perfeitamente normal também podem ter pouca ou nenhuma náusea durante o primeiro trimestre.

Como posso melhorar os enjoos na gravidez?

Se você tem um caso leve de náuseas e vômitos, algumas medidas relativamente simples podem ser suficientes para ajudar. (Se não, medicamentos seguros e eficazes podem resolver o problema).

Coma pequenas refeições e lanches frequentemente ao longo do dia para que seu estômago nunca esteja vazio. Alimentos ricos em proteínas e carboidratos complexos podem ser especialmente úteis. Não importa o que você escolher, coma devagar.

Não se deite logo após comer porque isso pode retardar a digestão.

Mantenha lanches simples, como bolachas, perto da sua cama. Quando você acordar, coma alguns biscoitos e então descanse por 20 a 30 minutos antes de se levantar. Comer biscoitos também pode ajudar você a se sentir melhor se você acordar enjoada no meio da noite.

Levante-se lentamente pela manhã – sente-se na cama por alguns minutos, em vez de simplesmente ir viver o dia.

Evite alimentos e odores que desencadeiam sua náusea. Se isso parecer quase tudo, é bom comer as poucas coisas que lhe atraem neste momento de sua gravidez, mesmo que esses alimentos não sejam tão saudáveis assim.

Não coma alimentos gordurosos porque estes levam mais tempo para digerir. Também evite alimentos picantes, ácidos e fritos, o que pode irritar seu sistema digestivo.

Escove os dentes e enxágue a boca depois de comer.

Beba líquidos principalmente entre as refeições, mas não beba muito ao mesmo tempo em que seu estômago se sente cheio porque isso deixará você com menos fome. Beber líquidos regularmente ao longo do dia é uma boa estratégia para se manter hidratado sem que você fique cheia.

Bebidas geladas podem ser mais fáceis de se consumir, algumas mulheres também acham bebidas ácidas, como a limonada, mais atraentes. Se você vomitou muito, experimente uma bebida esportiva que contenha glicose, sal e potássio para substituir eletrólitos perdidos.

Esteja ciente dos desencadeantes não alimentares que podem desencadear sua náusea. Estes incluem uma sala quente ou abafada, o cheiro de perfume muito forte, um passeio de carro ou mesmo certos estímulos visuais, como luzes cintilantes.

Tome ar fresco

Relaxe e tire cochilos sempre que puder – a náusea pode piorar se você estiver cansada.

Assistir a um programa de TV ou gastar tempo com um amigo pode aliviar o estresse e tirar sua mente do seu desconforto.