Jogos educativos para crianças: Brincando também se aprende

Estimular os pequenos com jogos educativos para crianças é fundamental para seu desenvolvimento físico e mental. E o incentivo pode acontecer na escola e em casa também.

Atividades lúdicas mexem com o lado psicológico; ensinam a criança a interagir com o próximo, respeitar regras e muito mais.

Alguns dos benefícios dos jogos educativos para crianças

  • Desenvolvem a imaginação
  • Favorecem o senso de cooperação
  • Promovem a boa autoestima
  • Fazem com que os pequenos aprendam a resolver problemas de maneira natural, simples
  • Estimulam o pensamento, a criação e a formação de senso crítico
  • Enriquecem as interações humanas por meio da melhoria no entendimento a respeito do efeito dos jogos
  • Contribuem na formação corporal
  • Auxiliam no desenvolvimento emocional e cognitivo
  • Preparam a inteligência e o caráter
  • Permitem que a criança expresse suas fantasias, desejos e experiências reais
  • Ajudam a ter dimensão de tempo (antes, depois); de quantidade (pouco, muito), além da compreensão da sequência início-fim.
  • Servem de caminho para que demonstrem sua personalidade, sendo úteis também aos pais neste sentido

Jogos educativos para crianças parecem uma festa, mas podem trazer grandes lições em sua execução. São formas de descobrir, persistir e perseverar.

Por meio deles, a criança exercita a capacidade de perder, sabendo que novas oportunidades virão. Com isso, pode manter seu esforço, sua paciência e não desistir com facilidade.

Através do jogo, a psicologia da criança é demonstrada. Tanto que na vida adulta, no trabalho ou convívio social, percebe-se o reflexo da personalidade revelada nos jogos infantis.

Na era da internet, é claro que eu não poderia deixar de falar dos jogos educativos para crianças online, como estes aqui, que são gratuitos:

  • Jogo da Memória Joaninhas: o objetivo é fazer pares de Joaninhas iguais. O nível de dificuldade está nas ilustrações muito parecidas umas com as outras.
  • Jogo da Memória Temática: formar pares iguais com o menor número de tentativas é a ideia deste jogo educativo para crianças de todas as faixas etárias.
  • Jogo Memória Frutas: nele, a criança também forma pares de frutas iguais, em versão organizada por ilustrações temáticas.
  • O Enigma do Cavalo: é um exercício de lógica e estratégia, focado na intenção de mexer uma peça de xadrez, o cavalo. Para isso, são utilizados apenas os movimentos do animal.
  • Viagem do Conhecimento: o jogador precisa responder a questões de múltipla escolha para atingir seu objetivo, e segue avançando aos poucos.

Uma curiosidade: ‘lúdico’, do latim, significa jogo. Uma atividade livre, considerada ‘não séria’ e externa à vida habitual. Porém, ao mesmo tempo, pode absorver quem joga de forma intensa.

No sentido lúdico, portanto, o jogo é algo desligado de interesse material, sem finalidade de lucro e realizado dentro de limites próprios – de tempo e espaço, com suas próprias regras.

Platão e outros pensadores da Grécia Antiga defendiam a importância de educar as crianças em seus primeiros anos de vida com jogos; meninos e meninas, e a partir dos sete anos.

O pensador era contra jogos competitivos, uma vez que estes não valorizavam a personalidade, o caráter, e poderiam danificar a formação do indivíduo.

Egípcios, romanos e maias ensinavam jogos aos jovens repassando-os de geração a geração pelos mais velhos. Era uma forma a mais de transmitir valores, normas sociais vigentes.

Conclusão…

Jogos educativos para crianças favorecem o desenvolvimento do relacionamento com outras crianças e com adultos.

Por meio dos jogos, elas são capazes de interagir com o contexto do qual fazem parte. O resultado é também um autoconhecimento maior.

Sem dúvida, os jogos educativos para crianças trazem um mundo de descobertas fascinantes, inclusive sobre si próprias.

Até o próximo post!