Leite empedrado: o que fazer? Saiba as causas e como tratar

Entre o segundo e o quinto dia após o parto, é normal que seus seios se tornem maiores, mais pesados ​​e um pouco doloridos à medida que começam a produzir maiores quantidades de leite. Parte disso é devido a sangue extra e fluidos linfáticos no tecido mamário, e esta condição geralmente diminui dentro das primeiras duas a três semanas após o parto e seus seios devem parecer mais macios, mesmo quando seu suprimento de leite seja abundante.

Mas se seus seios se parecem duros, inchados, se você os sente latejando, desconfortavelmente cheios ou dolorosos, é provável que você esteja com leite empedrado. Nesses casos, o inchaço pode se prolongar até a axila e você pode até sentir uma febre baixa.

O leite empedrado pode tornar mais difícil para o seu bebê mamar de forma eficaz, uma vez que quando seu mamilo está mais duro, isso se torna um desafio para o seu bebê, onde ele não consegue agarrar direito os seios, o que pode levar a mamilos dolorosos e um baixo teor de leite.

O leite empedrado também pode levar a graves preocupações com a saúde, então ligue para o seu médico caso você esteja sentindo seus seios duros e se você estiver sentindo dor, e principalmente se esses sintomas vierem acompanhados de febre, ou se o seu bebê tem tido problemas para conseguir mamar.

O que causa o leite empedrado?

O leite empedrado pode ocorrer se você não conseguir amamentar seu bebê frequentemente ou o suficiente para esvaziar seus seios nos primeiros dias após o nascimento. Isso é importante mesmo que você só esteja produzindo um pequeno volume de leite logo após o parto. Porém, as vezes algumas mulheres ficam com o leite empedrado não importa o quão bem e quantas vezes ela amamenta o seu bebê.

Você também pode experimentar o leite empedrado se seus dutos de leite estão obstruídos, e isso pode acontecer em casos onde a mulher fez um implante de silicone, por exemplo, e se esses implantes ocupam tanto espaço que não há espaço suficiente dentro do peito para o aumento de sangue, linfa e leite. Os dutos também podem ficar obstruídos se você usar regularmente um sutiã muito apertado.

Como posso evitar o leite empedrado?

Nem toda mamãe pós-parto experimenta leite empedrado. Os seios de algumas mulheres se tornam apenas um pouco cheios, mas outras mulheres acabam vendo seus seios crescem muito e ficarem muito duros. Aqui estão algumas coisas que você pode fazer para reduzir suas chances de ter seu leite empedrado:

Amamente dentro de duas horas após o nascimento, se possível. (A equipe médica ajudará você com isso).

Amamente frequentemente – entre oito e 12 vezes por dia após as primeiras 24 horas. (Você também deve oferecer o peito com frequência durante o primeiro dia, mas o bebê pode não aceitar). Procure já ir aprendendo os horários em que seu bebê sente fome. Uma boa dica é manter seu bebê aconchegado com a pele contra a sua pele, e isso irá fazer com que ele tenha mais vontade de mamar. Acorde o seu bebê se passaram mais de três horas desde a última vez que ele mamou.

Deixe seu bebê terminar de mamar completamente em um peito antes de mudar para outro. Isso normalmente levará entre dez e 20 minutos. (Se o seu bebê não vai mamar por pelo menos dez minutos, pergunte ao seu médico se você deve bombear o restante do leite até que seu bebê mame mais). Caso seu bebê só mame em um peito, não se esqueça de começar pelo outro peito na próxima amamentação.

Evite introduzir uma mamadeira ou chupeta no primeiro mês, a menos que exista uma razão médica para fazê-lo. Os músculos utilizados para aspirar uma mamadeira ou chupeta são diferentes dos usados ​​para mamar e seu bebê pode ter dificuldade em fazer isso depois que ele aprendeu a mamar na mamadeira.

Se o seu médico recomendou que você use uma mamadeira, use sempre o seu próprio leite materno bombeado.

Se uma o seu bebê pula uma amamentação, utilize uma bomba para retirar esse excesso de leite que ficou no seu peito.

Como posso tratar o leite empedrado?

Tomar algumas medidas para aliviar a pressão ajudará a acabar com o leite empedrado mais rapidamente. Veja como você pode fazer a amamentação mais confortável e acabar com o leite empedrado com as seguintes dicas:

Pouco antes de amamentar, coloque uma compressa quente em seus seios por alguns minutos para que o leite flua. Você também pode tomar um banho quente rápido. Não aplique calor por mais de três minutos, uma vez que muito calor pode aumentar o inchaço e dificultar a saída do leite. Se você está com leite empedrado ao ponto de que o leite não está saindo, não use compressas quentes.

Amamente frequentemente, com apenas duas a três horas entre uma amamentação e outra. Se seus peitos estão desconfortáveis ​​e seu bebê está dormindo, tente tirar um pouco do excesso de leite com a mão para ficar mais aliviada. (Pode ser mais fácil fazer isso no chuveiro.) Muitas mulheres acham que é desconfortável ou doloroso tirar o leite manualmente, e este é um efeito colateral mostrando que os dutos de leite estão cheios demais, mas seus seios provavelmente se sentirão aliviados quando você tirar esse excesso de leite dele.

Enquanto seu bebê está amamentando, massagem suavemente o peito em que ele está. Isso encoraja o leite a fluir e ajudará a aliviar dores e o desconforto.

Enquanto o seu bebê está tendo dificuldade em puxar o leite, tire um pouco do excesso de leite com as mãos, ou bombeie primeiro, e depois tire mais um pouco de leite com as mãos até que você sinta seus seios mais macios, facilitando que seu bebê mame.

Se você está amamentando pelo menos a cada duas a três horas e está indo bem, evite bombear o leite, exceto quando for necessário para tirar excessos, e apenas bombeie em um nível baixo por alguns minutos. O bombeamento excessivo ou habitual pode levar à superprodução de leite e leite empedrado prolongado.

Para aliviar a dor e ajudar a aliviar o inchaço, aplique embalagens frias aos seios por cerca de dez minutos antes ou depois da amamentação. Você pode usar gelo triturado em uma bolsa de plástico ou um saco de ervilhas ou milho congelados cobertos com um pano fino.

Considere tomar ibuprofeno ou acetaminofeno para aliviar o desconforto ou a dor. Estes geralmente são medicamentos seguros para tomar durante a amamentação, mas sempre fale com seu médico antes de tomar qualquer medicamento.

Não se deixe abalar, você vai superar esse leite empedrado e logo poderá desfrutar do seu relacionamento de amamentação com seu bebê.

Se você tem sintomas semelhantes a gripe ou uma febre alta, converse com seu médico. Você pode ter desenvolvido mastite.

Quanto tempo o leite fica empedrado?

Felizmente, o leite empedrado passa muito rápido para a maioria das mulheres. Você pode esperar que ele se passe em 24 a 48 horas, se você está amamentando bem ou bombeando pelo menos a cada duas a três horas. Se não for tratado, o leite empedrado pode levar até dez dias para começar a desaparecer.

Uma vez que o leite empedrado acaba, seus seios ficam mais suaves, embora ainda cheios de leite. Se você não está amamentando, provavelmente vai piorar antes de melhorar, e mesmo que você não esteja amamentando, talvez seja necessário bombear para aliviar a pressão em seus seios e minimizar seu risco de mastite.

Ainda posso amamentar?

Sim, você pode e deve amamentar. Se possível, amamente seu bebê na primeira hora ou duas depois de nascer, e faça isso com frequência a partir desse ponto.

O leite empedrado vai afetar meu bebê?

O leite empedrado pode tornar mais difícil para um bebê mamar. Fale com o pediatra se você está preocupada de que seu bebê não esteja recebendo leite suficiente.