Saiba como cuidar dos dentes do bebê

Basta o primeiro dentinho apontar na boquinha banguela para o bebê ficar ainda mais fofo. Só que essa belezinha toda precisa de cuidados para garantir uma boa saúde bucal.

Um dente. Um pequeno e delicado dentinho já é motivo de sobra para a visita ao odontopediatra. Hábito este que deve ser repetido a cada 6 meses. Assim como para nós adultos, para as crianças a prevenção é o melhor tratamento.

Os dentes de leite também podem ter cáries que, quando não tratadas, podem levar a problemas como deformação ou manchas nos dentes permanentes.

Higiene bucal: quando começar

limpando-os-dentes-do-bebe

Logo que o primeiro dente surgir, é bom iniciar a limpeza interna da boca do bebê após cada alimentação. Antes disso não é necessário, porque a gengiva não serve de fixação para bactérias.

Enquanto a criança tiver somente os dentes superiores e inferiores da frente (incisivos), é necessário passar no local gaze seca ou umedecida com água filtrada. Outras opções são a fralda de algodão e a dedeira.

Ao nascerem os dentes do “fundão”, os molares, por volta dos 14 meses, é fundamental usar escova, sempre de acordo com indicação da idade na embalagem do produto, pois esses dentes possuem sulcos que precisam ser limpos adequadamente.

Também nessa fase é hora de aplicar creme dental. E cabe ao especialista dizer se o produto pode conter ou não flúor. A Sociedade Brasileira de Odontopediatria entende que o contato com substância antes dos 3 anos de idade é essencial à prevenção da cárie.

No entanto, é preciso conversar sobre a quantidade de flúor e a frequência de uso. O indicado atualmente é o equivalente a um grão de arroz; depois dos 3 anos, a criança pode usar o correspondente ao tamanho de uma ervilha.

Quanto ao fio dental, não existe comprovação científica de sua eficácia na prevenção de cáries. Já os enxaguantes bucais (sem álcool) são recomendados apenas para maiores de 6 anos e que já saibam cuspir sem engolir o líquido.

Cuidados com os dentes do bebê

Uma medida preventiva essencial é a limpeza da boca da criança depois da mamada da madrugada, seja ela no peito ou na mamadeira. Isso evita a famosa cárie de mamadeira, um problema que acontece geralmente entre os dentes da frente.

Para evitá-lo, passe gaze ou fralda de algodão sobre os dentinhos e tire o excesso de leite que fica depositado no local.

Durante o sono, cai a produção de saliva, responsável pela promoção da autolimpeza na boca. Se ela não for devidamente higienizada, cria-se o ambiente perfeito para o aparecimento de cáries.

As cáries de mamadeira são causadas pela exposição constante a líquidos açucarados, como o leite, além de sucos de fruta e fórmulas comerciais preparadas para os bebês.

Os ingredientes adocicados ficam acumulados em volta dos dentes por longos períodos de tempo enquanto o bebê dorme, provando cáries. Elas começam nos dentes anteriores, tanto na arcada superior quanto inferior.

É importante não deixar a criança adormecer com a mamadeira de leite ou suco na boca. E ainda: limpar os dentes e as gengivas dela com um pano ou gaze umedecida. Outra dica é dar ao pequeno uma mamadeira com água ou uma chupeta recomendada pelo dentista.

Cuidar dos dentes do bebê é um ato que começa cedo – na verdade, antes dos dentinhos surgirem.

Alguns fatores podem afetar sua aparência e saúde. O uso de antibióticos como a tetraciclina é um deles. A substância é capaz de causar descoloração ou manchas.

Por este motivo, não é indicada para mulheres na segunda metade da gravidez ou que estão amamentando.

Fica a dica! Saúde e até o próximo artigo com muito mais!