Simpatias para tentar descobrir o sexo do bebê

Mesmo sem fundamento científico, as simpatias são muito usadas para tentar adivinhar o sexo da criança que vai chegar. No mínimo, garantem distração e diversão para as ansiosas futuras mamães, que mal podem esperar para ver o rostinho do bebê. Conheça algumas das simpatias mais comuns:

Aliança – amarre sua aliança em um fio de cabelo seu, criando um tipo de pêndulo. Depois, basta segurar o objeto em cima da sua barriga, mesmo que esteja no comecinho da gravidez e ela ainda não seja tão aparente.

Se o pêndulo fizer um movimento circular, é menina; se balançar para frente e para trás em uma linha reta, é menino.

Esta é a versão tradicional da simpatia da aliança. Existe ainda uma outra na qual é possível usar uma corrente no lugar do cabelo; e uma variação usando agulha com linha.

Simpatia dos talheres – alguém precisa esconder, sem que você veja, um garfo e uma colher embaixo de uma almofada (uma para cada talher).

Depois, você deve sentar sobre uma delas. Se escolher aquela na qual a colher foi escondida, será menina. Já a almofada sob a qual está o garfo indica que será menino.

Também é possível fazer a brincadeira com duas tesouras, em vez dos talheres. Quando a grávida opta pela almofada com tesoura aberta, é menina; enquanto a tesoura fechada indica que será um garotão.

Repolho – separe um repolho roxo, uma panela, água quente, um pouco do seu xixi e um copo transparente. Corte o vegetal em pedaços grandes; coloque-os em uma panela com água quente e aguarde que esfrie por 10 minutos.

Tire todo o repolho da panela e coloque a água que sobrou em um copo transparente, descartável de preferência, por questões de higiene. Despeje o líquido até completar metade do copo; o restante do recipiente deverá ser enchido com sua urina.

Observe a cor da mistura. Ficou avermelhada ou rosa? É menino; a cor roxa tipo violeta indica que uma menina está a caminho.

Idade dos pais – a simpatia funciona assim: some a idade da mãe e a do pai; subtraia 1. Resultado par quer dizer que é um garotão. Ímpar significa que é menina.

Nomes dos pais – parece com a simpatia da idade, mas aqui você deve somar a quantidade de letras dos dois nomes. Deu ímpar? Será menina; número par quer dizer que um menininho está chegando.

Queixo – muito fácil de fazer! Aperte o seu queixo e veja o que acontece. Caso apareça uma espécie de fenda, é menina; se não surgir figura alguma, é menino. Simples, não é mesmo?

Palma das mãos – alguém deve pedir para a gestante que ela mostre sua mão, mas sem dizer o motivo! Se a gravidinha mostrar com palma virada para baixo, é menina; palma para cima, quer dizer menino.

Batimento cardíaco – através do primeiro ultrassom do bebê, é possível conferir o batimento cardíaco dele. Se estiver acima de 150 bps, é menina; abaixo de 150 bps, é um menino.

Bicarbonato de sódio – coloque um pouco de bicarbonato em um recipiente. Colha sua primeira urina da manhã nele. Quando a mistura resulta em espuma, é menino. Caso contrário, é menina.

Afinal, o sonho de ser mãe finalmente está sendo realizado. E não é de se estranhar que, após meses na expectativa com a maternidade, a ansiedade pelo “positivo” no teste de gravidez seja trocada pela descoberta do sexo da criança.

Entre tantas perguntas que passam pela cabeça da gestante, saber se é menino ou menina tira o sossego das gravidinhas.

Enquanto não é possível verificar isso por meio de exames médicos, que tal fazer simpatias para tentar descobrir o sexo do bebê em casa mesmo? Além de matar um pouco da curiosidade, pode ser divertido. Convide a família e aproveite o momento para se distrair!

Até o próximo artigo!